5   +   5   =  

Bilionário propõe fim da pesca com redes e 30% do Oceano protegidos

Richard Branson, dono do poderoso Virgin Group, esteve em Belize para divulgar a organização Ocean Unite

O bilionário britânico Richard Branson escreveu seu blog um apelo pedindo o fim da pesca com redes de emalhar. Os apetrechos foram chamados de “muro da morte”. Além disso, ele incentiva uma proteção de até 30% do Oceano até 2030. Branson é o dono do Virgin Group, um conjunto de empresas diversas ligadas à sociedade de consumo.

Em seu post, Branson descreveu como havia se dado sua última visita ao Belize. E ficou impressionado com as riquezas naturais do país centro-americano. Seu objetivo foi “promover a conscientização sobre o Oceano”, por meio das atividades do Ocean Unite.

Branson, de óculos, é um entusiasta das causas ambientais e praticante de mergulho

“O oceano é tão crítico para todos nós e queremos fazer tudo o que pudermos para protegê-lo”, escreveu.

Ele teve um encontro com o primeiro-ministro de Belize Dean, Barrow. “Tivemos uma discussão muito boa”.

Segundo ele, foi proposto proteger 10% das águas do país, o que já seria “um primeiro passo maravilhoso” para os 30%. “Também conclamamos Belize a proibir as redes de emalhar, conhecidas como muro da morte, e causar tantos danos aos ecossistemas marinhos”.

Branson escreveu ainda que seu poderoso grupo empresarial está à disposição para ajudar na preservação do meio ambiente.