Dois pontos promissores para pesca de traíras

Em alguns momentos o pescador pode achar que o peixe se escondeu muito bem

Existem pelo menos dois pontos promissores para pesca de traíras em um lago. Um deles e que muitas vezes passa despercebido é aquele rente à margem, especialmente se um pouco da vegetação cobre a água. Muitas vezes o predador fica encostado no barranco, apenas esperando uma presa passar. 

Para explorar esse ponto, vale tentar as técnicas do bass, como o texas rig e rubber jig. Para explorar esse local, procure uma abertura no mato e apenas abaixe a isca. Espere ela afundar, dê toques curtos, sem tirar a isca do local. Se não tiver sucesso, procure por pontos parecidos e repita a ação para a pesca de traíras.

Outra opção é pescar no meio do lago. A traíra busca partes mais fundas por causa do sol excessivo ou camadas e que a água esteja em uma temperatura mais agradável para ela. Uma opção é pescar com crankbaits, spinnerbait bem lento, como se fosse uma isca soft ou montagens como o texas rig. 

Lembre-se: as traíras estão sempre à espreita. Muitas vezes o ataque se dá pela necessidade de se impor no território. Ou porque o peixe se sentiu ameaçado. Prestar atenção nestes detalhes facilitará as escolhas e, claro, vai permitir mais capturas.

As traíras sempre estão à espreita de algo: ou uma presa, ou de espantar alguma provável ameaça