2   +   2   =  

Menino de 9 anos acumula cinco recordes mundiais da pesca

Max Grasso obteve as façanhas em apenas três anos e mereceu destaque da IGFA

Pegar um peixe grande para ostentá-lo como um dos recordes mundiais da pesca não é fácil. Imagine cinco? Pois o jovem australiano Max Grasso, de 9 anos, conseguiu esta façanha em apenas três anos. Por isso, mereceu destaque nas redes sociais da IGFA, a principal entidade que homologa as maiores capturas do mundo.

“Cinco recordes mundiais da IGFA são apenas o começo deste talentoso pescador. Siga assim”, escreveu a entidade sediada nos Estados Unidos, em sua página no Facebook.

São quatro recordes na categoria masculina “smallfry”, a qual somente se enquadram pescadores menores de 10 anos. Do “xaréu olhudo” (1,8 kg), do salmão australiano (4,54 kg), do threadfin king 3,44 kg, e do queenfish (1,46 kg). Já o recorde da espécie dart largespotted, de 2,24 kg, é da classe All Tackle. Ou seja, o maior já homologado.

Todas as capturas se deram na Austrália entre 2016 e 2018. É bem verdade que os peixes não são conhecidos no Brasil. Tampouco são grandes. Mas, para fins de recorde juvenil, foram inscritos e registrados por seguirem as regras da IGFA.

Max Grasso exibe três dos cinco certificados da IGFA que possui em sua casa na Austrália