6   +   1   =  

Cinco recordes femininos da pesca para homem nenhum colocar defeito

Mulheres fisgaram bitelos pelo mundo todo dignos de capa de revista

Por Lielson Tiozzo/Fotos: IGFA

Quem pensa que as mulheres tratam a pesca apenas como “um programa de fim de semana” está enganado. Pelo mundo todo, elas foram conquistando seu espaço e muitos dos recordes femininos da pesca já duram há décadas. Alguns ainda sequer foram ameaçados pelos homens.

Não importa se elas vão com as amigas ou com os maridos. As mulheres possuem lugar de destaque e de respeito no mundo da pesca. Diversas marcas já reconheceram este espaço e investem em equipamentos exclusivos.

A seguir, e como forma de homenagear as mulheres pescadoras, separamos cinco impressionantes recordes femininos da pesca. Infelizmente, entre os 10 principais do mundo ainda não há uma brasileira. Então, brasileiras, que tal buscar esta façanha?

Olho de boi

A pescadora Peggy Knapton fisgou este belíssimo olho de boi na Islamorada, na Flórida (EUA). A façanha se deu em 1983, usando um bonito como isca. O peso do peixão? Aproximadamente 50 kg ou 112 lb

Robalo

Judy Heidt pescou um robalão de dar inveja no Rio Parisimina, na Costa Rica, em outubro de 2001. Usando um jig de bucktail ela fisgou o belo exemplar de 22 kg (49 lb) e conquistou o recorde feminino na categoria linha de 20 lb.

Tarpon

Quem já pescou um tarpon com mais de 100 kg? Pois Frederique Jarland fisgou um exemplar de 112 kg (249 lb) na Ilha Sherbro, em Serra Leoa, em abril de 1994. O exemplar é recordista feminino na categoria linha de 30 lb.

Atum

E um atum com mais de 100 kg? Difícil, não é? Candace Meyer detém o recorde feminino categoria linha de 130 lb com um belo exemplar de impressionantes 142 kg (314 lb) A façanha se deu em Ada-Foah, no litoral de Gana, em 2003.

Tubarão-branco

E que tal um tubarão branco de 1164 lb, ou mais de 500 kg? Em março de 1994, no sudoeste da Austrália, Janet Forster fisgou este exemplar e se tornou a recordista categoria linha de 130 lb.