0   +   3   =  

Anepe reprova possível extinção do Instituto de Pesca em São Paulo

Presidente da associação chamou de “retrocesso” uma proposta que corre na Secretaria da Agricultura e do Abastecimento de São Paulo

A possível fusão do Instituto de Pesca com o Instituto de Zootecnia de São Paulo foi reprovada pela ANEPE. Em texto publicado em rede social, o presidente da Associação, Antonio Carlos de Araújo, alertou para um “possível retrocesso”.

O fim do Instituto de Pesca é um tema que o secretário da Agricultura e do Abastecimento de São Paulo, Gustavo Junqueira, terá que lidar. Em entrevista ao Blog Ambiência, ligado à Folha de S. Paulo, Junqueira afirmou que sua “proposta é de integração”.

“A sustentabilidade não pode ser encarada só sob a ótica ambiental, mas também sob a ótica financeira, econômica e social”, explica.

No entanto, pelo menos relacionado à pesca, a Anepe entende que o Estado ficará órfão de representatividade.

“Nenhuma política de incentivo e fomento se desapega da pesquisa científica, fundamento primacial para qualquer resultado técnico confiável e balizador de decisões públicas”, escreve Araújo. Segundo ele, estas tarefas são feitas em parceria com o Instituto de Pesca

“Neste momento de reestruturação e de alterações, (esperamos que) haja a tranquilidade e perspicácia necessárias à tomada de decisões corretas, que prestigiem os avanços que tal entidade proporcionou ao mercado paulista e brasileiro e que traga perspectivas de melhoria e incentivo, e não de retrocesso”, continua.