0   +   2   =  

Dicas para pescar tucunarés com jig

Atrair a espécie com iscas de fundo é um desafio que requer muita atenção do pescador

Para pescar tucunarés com jig devemos ter algumas considerações em mente. Quando praticamos a pesca de fundo o ideal é utilizar um apareçho fish finder para saber onde os peixes estão, em que tipo de estrutura e profundidade. Ao ter essas informações fica mais fácil de saber a forma como você vai trabalhar as iscas. 

De qualquer forma, quando você for atrás dos tucunarés com jigs, pescando na vertical, procure por lugares mais profundos, de três a seis metros. Depois, ao trabalhar a isca, solte-a do lado do barco e espere tocar no fundo. 

Em seguida, comece a dar puxadas verticais, sem recolher a linha e depois de umas três a quatro puxadas, comece a recolher o excesso de linha. Nesse caso, use a força do vento o elétrico para se locomover e ir explorando o pesqueiro. 

Outra forma de trabalho é o de arremessar a isca e recolher. Neste caso você pode fazer a isca trabalhar na meia-água com recolhimento contínuo, alternando a velocidades ou deixando bater no fundo e vir dando toques, deixe a isca bater no fundo e recolha novamente a linha. 

Repita este movimento até a isca chegar ao barco. Esta forma de trabalho faz o jig tocar o fundo e levantar uma “poeirinha”, imitando um pequeno forrageiro se alimentando. Essa ação é mortal. 

Caso não tenha ação no começo, insista, pois esta é uma forma extremamente produtiva de se pescar e pode ter certeza que terá capturas tão emocionantes quanto uma ação de superfície.

A isca artificial do tipo jig sempre é uma excelente alternativa para pescar o tucunaré