8   +   1   =  

Sei que tem traíra onde vou, mas não sei como pescá-la

Esta é uma situação muito comum de encontrarmos, já que a espécie pode ser capturada em praticamente todo o Brasil

É muito comum sabermos que o local aonde vamos tem traíra, mas não sabemos como pescá-la. Isto se dá porque a espécie pode ser encontrada em todo o Brasil. Então, existe até mesmo aquela máxima: “onde tem poça d’água, tem traíra”.

Uma boa dica é pensar como fazer pescaria de acordo com o nível de água encontrado. 

Quando encontrar bem cheio, com a água inundando o capim e plantas aquáticas do barranco, pesque com sapos de borracha de corpo oco, buzzbaits, spinnerbaits e plugs de superfície dentro ou no entorno desses pontos. 

Se as plantas estiverem submersas, explore-as; além de spinnerbais e cranks, use as softbaits (minhocas, criaturas e salamandras) no sistema Texas rig, arrastando bem lento. 

Para lugares em que o nível está normal ou um pouco mais baixo, se o pesqueiro tiver uma boa profundidade e você sober que o peixe está no local, use minnows e cranks.

Ter uma variedade de iscas artificiais à disposição fará a diferença nesta ocasião para pescar traíra