9   +   5   =  

Como pescar com a chegada de uma forte frente fria?

Esfriou na sua região? Calma que o peixe está lá e você só precisa acertar a estratégia

Nos meses de Outono e de Inverno, entre abril e setembro, a chegada de frente fria derruba as temperaturas. Alguns desistem de pescar. Mas talvez seja por não experimentar. Afinal de contas, os avanços na pesca permitem façanhas que antes pareciam impossíveis.

Então, nesta época de transição, o que fazer para ter pescarias com bom rendimento? 

Segundo o editor da Pesca & Companhia, Alex Koike, o emprego das iscas artificiais do tipo soft é uma excelente pedida. Isso porque o peixe sente as mudanças climáticas e acaba por ficar mais “inativo”. Já que este engodo costuma ter uma apresentação mais sutil e mais natural, o predador entende que não precisará gastar muita energia para ataca-la. 

Iscas de barbela do tipo suspending trabalhadas bem lentamente são boas alternativas. Porque ela trabalha numa profundidade constante ou afunda mansamente. Assim, a oferta de comida permanece por mais tempo na zona de ataque do peixe, o que aumenta a chance de captura. 

Vale lembrar que nesta época há muita “entrada de frente fria”. Então, ainda de acordo com Koike, um bom período para fazer a pescar é justamente um pouco antes da chegada da nova condição climática.

“O peixe tem capacidade de perceber que o tempo vai mudar e dias antes costuma se alimentar bem para armazenar energia, prevendo dias mais difíceis pela frente”.

Então, nada de deixar a tralha encostada. Vista uma roupa adequada e aproveite. De repente, o seu troféu está esperando… 

O editor Alex Koike tem boas dicas para quem não quer deixar de pescar mesmo com frio