1   +   4   =  

Como pescar traíra em qualquer situação

A espécie está presente em diversos locais e, a seguir, nós enumeramos boas dicas para você aproveitar

Pescar traíra fascina muita gente. Principalmente porque o peixe está presente em diversos locais. Mas, para aproveitar em qualquer situação de pesca, vale seguir algumas dicas.

A primeira delas é: quando for a um novo açude, explore locais rasos e com estruturas. A espécie sempre procura esse tipo de  lugar. 

Caso não os encontre, planeje a pescaria de acordo com o nível da represa. Se estiver cheia, com capim e plantas aquáticas em barrancos e fundos de grota, pesque com artificiais que dificilmente enrosquem, como buzzbaits, spinnerbaits e sapos. 

Se as águas estiverem baixas, vá para barrancos íngrimes e lugares com pauleiras e desbarrancados. Use iscas de barbela com toques secos de ponta de vara, alternando o recolhimento com algumas paradinhas. 

Uma boa opção, se o peixe estiver manhoso e no local houver alguma vegetação, é o uso de isca soft (minhocas de cauda curva, criaturas e salamandras), arrastando no fundo, na montagem texas rig. 

Se o local escolhido for limpo, use poppers, alternando várias formas de trabalho, de mais lentos, com toques curtos, a mais rápidos, fazendo bastante barulho. Essa ação também atrai os peixes que estão mais longe ou escondidos na vegetação.  

A traíra é um peixe bastante agressivo, mas precisa ser bem provocada para atacar