1   +   7   =  

Como evitar que o nó de pesca seja mal feito e desmanche?

Muitas vezes você fracassa na captura dos troféus por um problema fácil de evitá-lo

Já perdeu o peixe porque, de repente, a linha se soltou. Aí, ao recolher, repara que algo foi feito errado. Era o nó? Então, como evitar que o nó de pesca desmanche? Fique atento!

Antes de atar o nó de pesca, verifique se a linha não está opaca e com pouca elasticidade. Se ela apresentar essas características, é capaz, que você esteja usando um material antigo e que deve ser substituído por um novo. 

Se a linha for nova, antes de apertar o nó lubrifique o ponto com água (ou com a própria saliva) para evitar que o atrito enfraqueça a linha. Ao apertar, faça isso de maneira lenta e progressiva. Depois de apertado, examine o nó e veja se cada volta está paralela. 

Caso não sinta confiança, refaça o nó. Lembre-se de sempre peixar uma sobra. Nunca deixe a linha muito rente ao nó. Cuidado ao usar tesoura ou até mesmo uma faca para fazer o acabamento para que não deixe pequenos fragmentos onde não deve.

O nó de pesca é um dos elementos mais importantes da pescaria. Do que adianta estar no tão sonhado ponto de pesca, se o nó não for resistente? E também de que adianta ter o melhor equipamento, caríssimo, se o nó não estiver bem feito o suficiente? O peixe vai levar a melhor sempre. E o que é pior: ficará com anzol ou isca artificial preso na boca, com risco de morte.

Um bom nó para render o anzol ou outro acessório terminal é o nó único e o trilene. 

O nó de pesca é um dos detalhes mais importantes da pescaria. Se ele não for bem feito, nada vai adiantar: o melhor lugar, o equipamento mais caro e etc…