4   +   9   =  

Qual é o nome das iscas artificiais encontradas no Exterior?

Muitos pescadores tem viagem marcada e aproveitarão para abastecer a tralha. Mas, como chama aquele tipo de isca que pretende comprar?

Qual é o nome das iscas artificiais no Exterior? Esta é uma pergunta que já foi feita diversas vezes à redação da Pesca & Companhia. Afinal, em certas viagens, o pescador aproveita para abastecer os estojos como novidades, as quais tem um preço vantajoso.

Stickbaits ou Pencil são as palavras usadas nos Estados Unidos e no Japão, respectivamente, para as iscas sem barbela e de corpo comprido e rígido. No Brasil, foram criadas  duas subdivisões desses modelos de artificiais que fazem  sucesso: as walking the dog e as sticks.

As primeiras tendem a ficar levemente inclinadas na água e quando trabalhadas fazem o ziguezague que imita pequenos répteis, roedores ou pequenos peixes em fuga. É preciso uma boa coordenação entre o toque de vara e o recolhimento de linha. A mais famosa é a Zara Spook da Heddon. 

Já os sticks, uma invenção brasileira da extinta fábrica Faria, possuem peso na parte traseira que os faz ficar na posição vertical. Quando trabalhadas, intercalando paradas, imitam um peixe ferido. Depois de deixá-las paradas, dê um toque para simular a tentativa de nado.

Há pescadores que ainda classificam uma terceira categoria: as jumping baits. Na realidade, são sticks rápidos que ao serem trabalhados com velocidade imitam peixinhos fugindo rapidamente, chegando a saltar para fora d’água. A mais conhecida nessa categoria é a jumping minnow, da Rebell.

Lembre destas referências quando visitar uma loja. Aproveite a chance e traga para a sua pescaria novidades de grandes marcas, as quais ainda não chegaram no Brasil.

Existem algumas iscas artificiais que são lançadas primeiro no mercado internacional. Quem puder aproveitar…