9   +   3   =  

Como aproveitar os poços nas pescarias

Conheça os melhores lugares para lançar a isca e fisgar os predadores nesses pontos

Por Pepe Mélega

Tenho prestado muita atenção quando pesco de fundo, especialmente quando vou arremessar a minha isca artificial em poços próximos da margem. 

Notei que não é produtivo arremessar bem no meio desse ponto, muito menos na região final, que fica perto da margem. Minha escolha é arremessar um pouco acima do início do point. Pois percebi que na entrada do poço, geralmente há uma leve corrente.

O peixe fica logo após ela, na parte mais funda, posição que permite ao predador menos esforço, observando o que está chegando no poço.

Por isso, é recomendável trabalhar com mais afinco, logo no começo. Muitas vezes não é preciso chegar até a metade do ponto. Recolha e volte a arremessar e trabalhar da mesma forma.

Experimente essa tática em uma próxima oportunidade, principalmente se pensarmos em matrinxãs, jatuaranas, bicudas, cachorras, dourados, piracanjubas e piraputangas.

Aqui a dificuldade é manter a linha esticada enquanto se trabalha a isca, isso evita que a linha fique frouxa a ponto de atrapalhar uma fisgada eficaz. 

Os poços podem reservar o grande troféu de sua pescaria