2   +   9   =  

Por desrespeito à cota zero do dourado, homem é multado em quase R$ 3 mil no MS

Pescador de 30 anos havia capturado seis bons exemplares da espécie, que somados renderam 22 kg

Por Lielson Tiozzo

Um homem de 30 anos foi multado em R$ 2,9 mil por desrespeitar a cota zero do dourado vigente em Mato Grosso do Sul. O flagrante se deu por policiais ambientais que faziam fiscalização no Rio Paraguai, nas proximidades de Corumbá (MS). Desde janeiro a espécie é protegida por meio de Lei Estadual.

Além da multa, o pescador teve todo o material de pesca apreendido e também sua lancha. Ele será processado por crime ambiental de pesca predatória. Se condenado, poderá pegar até três anos de prisão.

Segundo a PMA, o homem foi avistado no momento em que havia acabado de fisgar um dourado. Ele se deu conta da presença dos agentes e imediatamente soltou o exemplar. No entanto, durante a abordagem, os policiais encontraram seis dourados, que juntos pesavam 22 kg, já mortos.

Em menos de um mês, este foi o segundo flagrante de desrespeito à cota zero do dourado em Mato Grosso do Sul. Em Aquidauana, no final de agosto, um homem foi multado em mais de R$ 4 mil por ostentar nas redes sociais a pesca da espécie praticada por um grupo de pescadores.

Policiais exibem cinco dos seis dourados abatidos pelo pescador em Corumbá (MS)