5   +   6   =  

Você é estilo “Mike Tyson” ou “Cassius Clay” para pescar tucunaré?

As duas lendas do boxe mundial podem ser comparadas ao estilo mais “força” ou mais “jeito” na tentativa de definir a tralha para pescar os açus na Amazônia

Por Lester Scalon

Para pescar o tucunaré na Amazônia, no meu ponto de vista há duas maneiras. Vou fazer aqui uma comparação com duas lendas do boxe. Há os que gostam do estilo Mike Tyson, que usava a força bruta e tentava decidir a luta o mais rápido possível.

Porque na pesca também existem os “Mike Tyson”, que são a maioria esmagadora, que arrocham a fricção ao máximo e seu estilo é embarcar o peixe o mais imediatamente que puderem. Para agir assim têm que pescar com tralha mais reforçada. Na minha opinião, quanto mais se força um peixe, e quanto mais rápido se tenta tirá-lo da água, maior a chance de ele escapar.

Existem os poucos que gostam do estilo Cassius Clay, que estudava seu adversário durante a luta, usava a técnica em lugar da força e cansava seu adversário para depois nocautear. Este é o meu estilo de pescar não só os açus da Amazônia, mas todos os peixes que pesco com artificiais.

Aprecio pescar com duas varas 25 lb, uma de ação rápida e outra de ação média. Com tamanho de 6”.

A minha tática sempre foi e sempre vai ser estilo Cassius Clay, administrar a “briga” usando mais o jeito do que a força. Sabendo dosar na medida certa é a forma mais eficiente de colocar a mão num grande peixe. A força somente é usada em situações específicas durante a briga.

Uso a fricção regulada bem leve e na maioria das vezes, quando o peixe dá a primeira arrancada, a carretilha é destravada e somente o polegar administra a pressão no carretel. Raramente o peixe puxa minha fricção, pois quando chega a este ponto destravo a carretilha e vou administrando a “briga” com o polegar no carretel. Mas para agir assim é preciso ter sangue frio e treinar para adquirir experiência. Somente em último caso faço um cabo de força com o peixe.

Uso as carretilhas em que caibam de 80 a 100 metros de linha multifilamento 0,30 mm, que tenham resistência em torno de 40 lb.

Não gosto de usar iscas grandes e emprego muito pouco as hélices. Só faço isso quando é a única alternativa, por questão de gosto pessoal. Sempre prefiro pescar na superfície com iscas estilo zara e stiks, e somente pesco de meia- água quando é também a única alternativa.

Avalie o seu estilo de lidar com um peixe de bom parte para fazer a escolha da melhor tralha