4   +   4   =  

Três bons nós de pesca que todo pescador precisa saber

Para a montagem de líderes, é importante você ter conhecimento destes nós e saber como aproveitá-los

Por Juninho

Uso três nós de pesca para a montagem de líderes, pois tudo depende do local e das espécies procuradas.

No Sudeste, unindo multifilamento de 22 a 29 mm com fluorcarbono de 0,31 a 0,44 mm, emprego o Albright. Para atá-lo, tenho algumas “manhas”. No passado, usava muitas voltas, até umas 13. Depois, junto com Maicon Bianchi, chegamos à conclusão de que cinco ou seis voltas dão conta do recado, mas é indispensável duas passadas para seu término e não uma. Temos que usar dois dedos. O dedão e o indicador na hora do aperto em movimentos suaves envolvendo o nó, para que as passadas não se sobreponham, são primordiais.

O nó tem que ser “bonito”; em outras palavras, perfeito! Outro detalhe é fazer o aperto com atenção, cuidado e lentidão, até chegar ao ponto de aperto, que também é importantíssimo. Deve ter aperto máximo para o corte rente no fluorcarbono e no multifilamento. Para isso, deixo 5 mm aproximadamente e cauterizo usando isqueiro, com cuidado total para que o fogo não afete as linhas principais. Assim, os arremessos e os recolhimentos terão menos atrito com os passadores.

Quando uso grandes diferenças de espessura, como multifilamento de 0,29 a 0,35 mm e fluorcarbono de 0,55 a 0,62 mm, o SF é meu predileto. Hoje são muitas as variações para sua confecção. O pescador que pretende adotá-lo tem que achar um que se adapte melhor.

Já para os nós de atar terminais, no começo tive muitas frustrações por conta dos rompimentos. Não achava um nó confiável. Até que há algum tempo, Pepe Mélega esteve em Ribeirão Preto (SP) ministrando uma palestra sobre pesca, e nela foram apresentados muitos macetes. Entre as novidades, Pepe explicou detalhes sobre o nó Único e disse, mais ou menos assim: “uso quatro passadas, pois três é pouco e cinco é muito!”. Coloquei o nó em teste e até hoje faço uso dele e nele confio cegamente, pois já passou em todos os testes possíveis.

Para finalizar, sugiro o nó de argola para usar em dois anzóis, ou mesmo direto na isca artificial, que pode ser o unido de argola.

Saber como atar um bom nó de pesca é tão importante quanto ter o melhor equipamento à disposição