6   +   4   =  

A influência da Lua na pesca de praia

Fique atento às fases lunares para determinar as melhores estratégias de pesca

Por Vladimir Ferreira

A Lua exerce uma importante influência na pesca de praia. Observamos que o melhor período será aquele entre a enchente, reponto e começo da vazante, principalmente nas luas nova e cheia, conforme explicações a seguir.

Apesar de ser um pouco teórico e didático, é importante tentar esclarecer e entender essa complexa questão, que é provocada por uma infinidade de fatores astrofísicos, que devem ser levados em consideração para calculá-las com precisão. A grande maioria é secundária, como o movimento de rotação e translação da terra, mas dois realmente são os mais importantes: pela ordem, a lua; depois, o sol.

As marés são os movimentos de fluxo e refluxo das águas dos mares e oceanos, provocados principalmente pela atração da lua e também, com menor intensidade, pelo sol. Toda massa de água, sejam grandes ou pequenas, estão sujeitas às forças causadoras das marés. Tais efeitos são mais facilmente observados nas costas marítimas dos continentes.

As águas dos rios e lagos apresentam subida e descida muito insignificante e chegam a ser praticamente imperceptíveis. Essa força gravitacional também altera a massa terrestre e a atmosfera, mas são impossíveis de serem observadas, a não ser com equipamentos especiais, diferentemente das marés oceânicas, que são facilmente perceptíveis.

Do seu nível mais baixo, a água sobe gradualmente por cerca de seis horas, até atingir a maré alta ou preamar. Daí então começa a baixar, novamente por cerca de seis horas, até alcançar a maré baixa ou baixa-mar. O ciclo então começa novamente. Essa diferença entre a maré alta e a baixa é chamada amplitude da maré. Esse movimento de vaivém das marés, alternadamente, é chamado de fluxo da maré. Quando a água se move em direção à costa, é o fluxo enchente. Quando se desloca para alto-mar, é o fluxo vazante.

A amplitude da maré difere dia após dia conforme a posição do sol e da lua. Quando ambos se colocam numa mesma linha em relação à terra, como acontece na lua cheia e nova, a maré fica mais alta do que o normal e é chamada de maré de Sizígia, ou maré de águas-vivas. Quando o sol e a lua formam com a terra um ângulo reto, como quando a lua está em quarto crescente ou quarto minguante, a maré é mais baixa que o normal, sendo chamada maré de quadratura, ou maré de águas-mortas.

A própria formação da costa marítima produz também uma grande diferença na amplitude da maré. Nos estuários e baías com o formato de funil, a amplitude pode ser muito alta. A forma, tamanho e profundidade dos mares e do oceano provocam diferenças no modo de agir da maré.

O ciclo completo com as quatro fases da lua, ou lunação, é o período de tempo compreendido entre duas luas novas consecutivas, que corresponde exatamente ao tempo em que a lua demora para dar uma volta completa em torno da terra, o que ocorre com intervalos médios de 29 dias, 12 horas, 44 minutos e 2,9 segundos.

Nas praias, além de alterar o nível da água, durante as marés cheias e criarem canais e bacias mais profundos, elas também farão com que a água “lave” uma extensa faixa de areia, deixando exposta uma grande quantidade de seres que habitam essa área da praia, carregando-os para dentro do mar, criando uma ampla cadeia alimentar, que resultará na aproximação de cardumes e peixes de diversos tamanhos.

Também vale destacar que para cada região, em função das variáveis citadas acima e de outras mais, a altura da maré pode apresentar grandes diferenças. Por exemplo, em São Luiz, na capital do Maranhão, ela pode chegar a seis metros e no Rio Grande do Sul ela normalmente não passa de 0,6 m.

Com certeza, procurando criar esse hábito de fazer esta “leitura” antes de começar a pescar, visando localizar os melhores locais na praia, pesquisar mais a respeito, principalmente sobre as marés, programando as pescarias nas luas e nos horários mais apropriados, com base na tábua de marés, as chances de fazer ótimas pescarias e grandes capturas irão aumentar.

A Lua influencia na maré. E se ela estiver cheia, como na foto, o pescador deve prestar atenção onde arremessa