0   +   4   =  

Isca soft swimming bait é uma boa opção para traíras

Características da isca artificial atraem muitas espécies e o melhor: é muito fácil de ser empregada

Por Fábio Zurlini

Isca soft swimming bait, o nome é complicado e a sua tradução significa isca de natação. Porém, o seu uso é bastante simples. Trata-se de uma artificial feita de material plástico macio com o desenho de um peixe e é uma das iscas mais populares no mundo, sendo que por aqui atrai com bastante sucesso o black bass, a traíra, o tucunaré, o robalo e outros predadores.

No mercado existem diversos modelos, imitando os mais variados tipos de peixes forrageiros. Por este motivo, o primeiro segredo para uma boa pescaria com essas artificiais é selecionar de forma correta o tamanho e a cor.

Podemos afirmar que essas características visuais são as mais importantes e ainda fazem mais diferença quando a água esta suja ou limpa. Vale lembrar que por ter o predador a visão privilegiada na água limpa, uma swimbait mais detalhada e mais real funciona melhor.

Já as de cores vibrantes e com grande contraste são boas para água suja. Nessa situação o pescador ainda pode trabalhar uma soft maior mais perto da superfície para que a isca deixe um rastro na superfície, facilitando a sua localização pelo predador.

Depois de tanto usá-las acredito que a combinação corpo volumoso mais vibração, produzido pela cauda, a tornam irresistíveis para a pesca de traíras

Por isso gostos de artificiais maiores, de 4 a 5 polegadas. O trabalho preferido é o recolhimento. O pescador precisa achar a velocidade certa, que normalmente é a lenta. E se acertar, prepare-se, a pescaria geralmente é excelente.

Para finalizar, queria dizer que não costumo utilizar o cabo de aço porque normalmente eles atrapalham o trabalho da isca. Quando usamos uma soft maior e com anzol grande, dificilmente ela corta.

Onde e como usar

Essas artificiais de apelo natural são polivalentes e podem ser utilizadas em qualquer estrutura ou profundidade. Para isso basta usar o anzol ou jig head apropriado.

Em pescarias que pretendemos cobrir grandes áreas, especialmente os lugares abertos e com pouco enrosco, o pescador pode utilizar a isca com uma cabeça de jig e desta forma explorar o ponto em diversas profundidades. Outra possibilidade, agora para lugares com pouca profundidade, é trabalhar essa isca versátil na superfície, para isso use um jig head bem leve ou apenas o anzol.

Se a sua intenção for pescar dentro da estrutura ou com bastante obstáculos como pauleiras e vegetação é recomendável usar o anzol off set, em que o próprio corpo da soft a protege de enrosco, ou usar a swimbait em modelos com protetor de anzol.

As traíras são atraídas com certa facilidade por este tipo de isca artificial