3   +   9   =  

Piracema muda mais uma vez em trecho do Rio Paraná

Corrientes volta atrás em decisão de implementar “rodízio” e pesca em região muito visitada por brasileiros estará fechada entre os dias 4 de novembro a 23 de dezembro

Por Lielson Tiozzo

A Direção de Recursos Naturais de Corrientes mudou mais uma vez a piracema no Rio Paraná. Por enquanto, o sistema de “rodízio” com a pesca extrativista está suspenso. A alteração se dá no trecho que vai da capital da província, Corrientes, até a divisa com Misiones. É neste local onde estão importantes cidades pesqueiras visitadas por brasileiros como Paso de La Pátria, Itati, Ita Ibaté e Ituzaingó.

A partir desta quinta-feira 24 de outubro até o dia 3 de novembro apenas o pesque-e-solte está liberado. Já a partir do dia 4 de novembro até o dia 23 de dezembro a pesca estará proibida. A Direção avalia se manterá um esquema de rodízio a partir de então até o dia 24 de junho de 2020, no qual as terças e quartas-feiras apenas o pesque-e-solte seria liberado e nos demais dias o pescador amador teria que respeitar as cotas.

Em seu comunicado, o órgão ambiental informa que a nova alteração foi motivada pelo baixo nível d’água do Paraná, o que atrapalharia a reprodução dos peixes. No entanto, uma fonte ouvida pela Pesca & Companhia informou que houve pressão por parte do setor turístico da região denominada “Alto Paraná” para evitar a implementação do rodízio.

Já nas outras localidades de Corrientes, a piracema segue conforme o primeiro anúncio do governo. A partir da cidade de Corrientes até a região de Bella Vista, de 1º de novembro a 31 de dezembro a proibição da pesca será dividida. Aos sábados e domingos apenas os “esportivos” poderão pescar, enquanto que de terça e de quarta-feira é a vez dos profissionais serem barrados. No trecho seguinte do Rio Paraná, até o fim da província, de 1º a 30 de novembro será permitida apenas a pesca com devolução e 1º de dezembro a 17 de janeiro a proibição é total, inclusive nos rios interiores (afluentes).

Já no Rio Uruguai, em Corrientes, a pesca estará fechada de 4 de novembro a 15 de dezembro.

Corrientes ficou conhecida por incentivar o pesque-e-solte do dourado há mais de uma década (Foto: Pepe Mélega)