5   +   8   =  

Guedes tem proposta para tornar equipamentos de pesca mais baratos

Quem garante que o Ministro da Economia pode diminuir a taxa de importação de produtos de pesca é o secretário Jorge Seif Júnior

Por Lielson Tiozzo

O Ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes, já teria em mãos um pedido para diminuir a taxa de importação de equipamentos de pesca. Com isso, os produtos ficariam mais baratos. Quem garante é o secretário de Pesca e Aquicultura, Jorge Seif Júnior, que pleiteia uma redução de 100% na tributação.

Segundo Seif Júnior, a equipe econômica de Guedes foi orientada pela situação graças a um incentivo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). A motivação se deu porque o secretário teria recebido “diversas reclamações” pelas redes sociais. Além disso, considera “absurdo” o fato de brasileiros comprarem este tipo de material no Paraguai, onde o preço é mais atrativo, preterindo o comércio brasileiro.

“Conversei pessoalmente com o presidente (Jair Bolsonaro). Disse a ele que a taxa de importação de material de pesca no Brasil é 20%, enquanto que no Paraguai é 8%. Por que então não tentar pelo menos um 10%?”, conta Seif Júnior, durante uma audiência pública interativa que se deu em Brasília.

“A equipe do Paulo Guedes já está analisando para que tenhamos materiais mais baratos. Isso fará com que haja emprego, renda e venda interna, ajudando o pessoal do comércio de material de pesca”, promete Seif Júnior.

Vale destacar que tramita na Câmara dos Deputados a PEC 45/2019, a que trata da “Reforma Tributária”. Um dos pontos implica na simplificação da carga tributária na unificação dos tributos sobre consumo por um imposto sobre valor agregado (IVA). Sendo assim, a pesca pode ser beneficiada.

O ministro Paulo Guedes já teria sido avisado sobre a alta taxa de impostos pagos por materiais de pesca (Foto: Ministério da Economia/Flickr)