2   +   9   =  

Como funciona o tatuí artificial para a pesca de praia

Conheça a isca que faze sucesso com os pampos na beira de praia e saiba como fazê-la e utilizá-la

Por Márcio Yoshio e Fabiano Monteiro

Não acreditávamos muito na eficácia do tatuí artificial na pesca de praia. Pois como se trata de uma pescaria de espera, em que não se “trabalha” a isca simulando seu nado, não faz barulho (rattilin) para irritar o peixe, nem tem o cheiro e a textura das naturais. Ficávamos sempre em dúvida: por que um peixe vai dar preferência a um pedaço de isopor ou borracha, tendo fartura de comida natural no local?

Pela nossa experiência, o tatuí artificial é a que mais se destacou entre todas. De confecção caseira, utilizamos silicone ou isopor, além de contar com nossa criatividade.

Para confeccionar a de silicone é necessária a utilização de fôrmas ou moldes, que podem ser feitos a partir de gesso. Já para as de isopor é preciso paciência para moldar um pedaço no formato aproximado de um tatuí.

O tatuí artificial pode ser feito em casa e com o emprego de material simples

Como usá-lo?

Com o início do verão, aparecem os fatores para uma boa pesca de praia na minha região, Paraíba: vento nordeste, água limpa e quente. Com isso os bons peixes também encostam em nosso maravilhoso litoral, fazendo com que dezenas de pescadores munidos de suas tralhas apareçam nas melhores praias da região.

Nossa investida inicial se deu antes mesmo dos primeiros raios de sol, na praia do Bessa, localizada no município de João Pessoa (PB), de onde sabíamos que haviam saído bons pampos durante a semana. No entanto, o tempo passava e nada! Os pequenos peixes não davam sossego às nossas iscas, não deixando que os grandes as encontrassem. Além disso, o tempo não colaborou conosco; havia muito vento e mar revolto.

Foi então que decidimos mudar de local, seguindo para Intermares, praia urbana localizada no município de Cabedelo (PB), distante 10 km de João Pessoa. Ela é considerada uma das melhores para esse tipo de pescaria, devido à grande variedade de peixes e à grande quantidade de alimentos (tatuís, corruptos e mariscos). Nela também são realizadas etapas do Campeonato Paraibano de Pesca Amadora, organizadas por associações devidamente regulamentadas.

Agora, em um lugar mais favorável, mandávamos ver nos arremessos e ficávamos na espera de boas batidas, afinal as condições estavam ótimas para tal prática. Mudamos de local na esperança de um sossego quanto aos pequenos peixes, mas foi em vão. O mesmo “come-come” nos fazia trocar de iscas direto, sem sucesso nas fisgadas. Foi então que encontramos no “tatuí artificial” a solução- trocamos nossas pernadas, que antes estavam munidas de anzóis e iscas naturais, por umas atadas a tatuís artificiais. Não deu outra, pampo na linha; dessa vez o bitelo bateu na vara do pescador Norio Yoshio.

O pampo é um dos peixes mais cobiçados na pesca de praia e geralmente é o nosso objetivo. Mas, enquanto ele é esperado, é comum “baterem” outros peixes, como robalos, galos, baiacus, arraias, papa-terras, e outros. Quanto à sua captura, podemos afirmar que depois de várias tentativas os maiores êxitos ocorreram na enchente da maré e começo da vazante. Falando-se em maré, uma boa opção são as marés de lançamento, ocasião em que sai da “maré morta” para uma de maior amplitude.

Por causa das tentativas sem sucessos com a isca natural em local errado, perdemos o ponto ideal da maré. Mas ficaram a dica e a experiência: em certas ocasiões a isca artificial pode salvar o seu dia de pesca. Aprendemos com isso que sempre é bom levar dois materiais, deixando um com isca artificial e outro com natural. Outro fator primordial que influência a pescaria são a direção e a intensidade do vento. A direção leste ou nordeste é sinônimo de água limpa, que por sua vez é sinônimo de bons peixes.

Na praia de Intermares não precisamos de arremessos longos para pegar bons peixes, pois os canais são bem próximos. Então, arremessos de no máximo 80 metros já são suficientes. Pode-se até tentar arremessos bem mais curtos, procurando os primeiros canais. Sendo a pescaria realizada em grupo, o ideal é que cada pescador arremesse a certa distância, na tentativa de encontrar o local onde os peixes estão se alimentando com maior fervor.

A pesca do pampo com o tatuí artificial é bastante produtiva durante o Verão