6   +   9   =  

Pescaria dos maiores dourados da internet

Lester Scalon foi em busca dos gigantes no Rio Paraná empregando a técnica da rodada

A pescaria de dourados na rodada é uma técnica muito antiga. Remete aos bons tempos do Rio Grande, na divisa entre São Paulo e Minas Gerais, como lembra Lester Scalon.

No entanto, para conseguir os grandes exemplares de dourados, os brasileiros precisam viajar. E para longe: em Corrientes, em um dos trechos mais belos do Rio Paraná, existe fartura e conforto em pousadas como a Puerto Paraíso.

Esta técnica consiste em usar uma isca viva. Pode ser piapara, piraputanga, lambari, tuvira ou que o pescador descobrir que o dourado está comendo. Então, a embarcação é deslocada até o ponto promissor. Ali a isca deve ser deixada até tocar o fundo. A movimentação se dá com o barco à deriva.

Lester explica os detalhes da montagem que usou, o porquê de empregar dois bons anzóis e como lidar no embate com um grande dourado. Tudo isso você confere em mais um vídeo inédito da Pesca & Companhia! Não deixe de se inscrever em nosso canal no YouTube e ativar o “sininho” para receber todas as nossas publicações em seu e-mail.