0   +   9   =  

Três são multados em R$ 4,5 mil por pesca predatória na piracema

Flagrante se deu quando dupla capturava pintados e cacharas; terceiro envolvido foi encontrado armado

Por Lielson Tiozzo

Três homens foram multados em um total de R$ 4,5 mil pela prática de pesca predatória em plena piracema. Eles também usavam apetrechos proibidos, como redes de pesca e anzóis de galho. O flagrante se deu quando eles armavam os equipamentos nas proximidades de Aquidauana (MS). A pesca está com restrições desde o começo de novembro por conta do período de reprodução dos peixes e vai até o final de fevereiro.

De acordo com a Polícia Militar Ambiental de Mato Grosso do Sul, dois homens estavam numa embarcação com 80 kg de pescados que haviam acabado de capturar. Os peixes eram cacharas e pintados.

“Os pescadores indicaram outro infrator que havia levado mais pescado para sua residência, onde disseram estar passando o fim de semana. O pescado, um barco e um motor de popa, sete redes de pesca e 30 anzóis de galho foram apreendidos”, explica a PMA, por meio de nota.

A PMA localizou o terceiro infrator em sua residência, em Aquidauana. No local, encontraram dentro de um freezer mais 39 kg de peixes das espécies pintado, cachara e jaú. Além do pescado, foram encontrados na casa dois rifles calibre 22 e quatro munições intactas do mesmo calibre, sem documentação. O pescado, o freezer e as armas foram apreendidos.

Todos os envolvidos foram levados presos à Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana. Agora eles responderam pelo crime ambiental de pesca predatória. O homem que portava as armas terá de responder também o processo por porte ilegal. Os mais de 100 kg de peixes apreendidos serão doados para instituições carentes.

Pescados apreendidos foram capturados com apetrechos proibidos e em plena piracema (Foto: PMA/MS)