4   +   6   =  

Por que uma galhada funciona melhor que outra na pescaria?

Pescadores sempre observam que alguns pontos mesmo semelhantes costumam render mais capturas que outros

Quem pesca sempre numa mesma região pode reparar que uma galhada atrai mais peixes que outra. Isto se dá tanto com robalos, tucunarés, traíras e outras espécies. Predadores costumam aproveitar estas estruturas para fazer uma emboscada. O pescador já se “ligou nisto”, mas sabe que uma rende mais e outra menos, mas fica na dúvida. Qual o motivo?

Por uma série de fatores, um ponto costuma atrair maior ou menor número de predadores, mas sobressai o fato de que ele seja atraente para os forrageiros e ao mesmo tempo um lugar que lhes ofereça proteção.

Por isso, preste a atenção em relação à posição da estrutura e sua localização em relação aos outros pontos. Pois eles têm grande influência na decisão do peixe de atacar ou não.

No entanto, um bom ponto de pesca hoje pode não render nada amanhã, o que se dá porque ele pode variar conforme o nível da água, que pode ser alterado tanto pelas marés como pelo período de cheia ou estiagem das represas.

Sendo assim, o ideal é experimentar todos os que parecem atrativos e marcar aqueles que renderam mais para que neles seja despendido mais tempo pescando.

O tucunaré é um peixe que costuma atacar as suas presas em pontos repletos de galhadas