8   +   7   =  

Estados Unidos pode aprovar uso de chumbo na pesca

Proibição se dá desde 1993 começando em poucos estados; no Brasil houve tentativa de banir o recurso, mas PL não obteve sucesso

Um comitê do Senado dos Estados Unidos aprovou mudanças na legislação que proíbe o emprego de chumbo na pesca e na produção dos equipamentos. A Lei de Aperfeiçoamento da Conservação da América (ACE), que é apoiada pela American Sportfishing Association (ASA), o órgão representativo do país para a indústria, agora segue tramitação e, se confirmada, a mudança deve provocar impactos na produção de materiais de pesca.

“O bipartidarismo é uma mercadoria rara atualmente em Washington, mas a conservação de recursos nacionais é uma das áreas que recebe apoio de legisladores de ambos os lados da discussão”, disse Mike Leonard, vice-presidente de Assuntos Governamentais da ASA.

Os equipamentos de pesca que contenham chumbo seriam isentos de regulamentos e proibições federais. Esta disposição iria “ajudar” os pescadores, uma vez que poderiam comprar mais equipamentos sem correr o risco de usar algo proibido.

Vale destacar que em 2014 houve um grande apelo para que a restrição ao chumbo fosse retirada. No entanto, Agência de Protecção Ambiental (APA) rejeitou o pedido feito por meio de uma petição na internet. A medida foi implementada em 1993 em diversos estados dos EUA. Em 1997 foi aplicada no Canadá, sob alegação de evitar a contaminação da água. Em 2004, um Projeto de Lei tentou emplacar a proibição no Brasil, mas não foi aprovado.

Se o senado estadunidense pode aprovar a liberação do chumbo depois de quase 30 anos