0   +   5   =  

Isca artificial jig: quando usar e um macete caseiro

Estas iscas podem ser empregadas com muito sucesso em condições bem peculiares

A isca artificial jig funciona muito bem em locais que sofrem muita pressão de pesca e em dias mais frios, em que os peixes procuram uma faixa de água com temperatura mais agradável.

Para trabalhar esse tipo de isca artificial, arremesse após a estrutura (quando isso for possível) e espere a isca afundar para que, durante o trabalho, ela passe pelo ponto na profundidade desejada. Para a pesca do tucunaré, jigs volumosos com peso entre 7 g a 28 g são ideais. Para dar mais volume o pescador pode usar traillers com grubs e shads.

Vale usar os modelos de pelo natural e sintético disponíveis no mercado. Outra opção bastante eficiente é o tube jig.

Fica uma dica. Muitas vezes nos deparamos com piranhas nos pontos de pescaria. Elas são atraídas pelo jig, o mordem e fazem com que o adereço de borracha da isca seja destruído. O jeito é improvisar, componha o restante da isca com pedaços de peixes usados como iscas vivas.

O improviso com um pedaço de isca pode ser útil para reparar a isca danificada