7   +   7   =  

Modo prático de administrar a poita na pescaria embarcada

Uma dica muito funcional que vai ajudá-lo na pescaria embarcada. Confira!

Por Juninho

Uma maneira simples, porém muito eficiente, de evitar acidentes no recolhimento da poita durante a pescaria embarcada, é fazer um nó a cada um metro (em média). Via de regra costumo fazer pelo menos três marcações como esta. A poita também pode ser simplesmente chamada de âncora.

Assim, quando estou recolhendo, sei que o primeiro nó indica que restam aproximadamente três metros de corda, e começo a diminuir a velocidade. Durante todo o procedimento, mantenha a calma e a atenção.

Quando, enfim, encontro o último nó, tenho certeza de que não devo puxar com força, a fim de que a poita atinja a embarcação e cause danos.  Neste momento, qualquer erro pode implicar um grave acidente.

Esta dica é muito funcional quando vamos deixar o barco rodar (ficar à deriva) alguns metros no mesmo ponto na pescaria de  piaparas, as quais são muito ariscas e o silêncio é primordial. 

Para ter a noção exata de um metro, sugiro também fazer os nós com antecedência. Use uma fita métrica em sua própria casa, deixando o material pronto. Isto fará com que economize muito tempo na pescaria.

Fique atento também à espessura da corda. Um material muito fino pode não suportar o peso da poita. Por sua vez, um muito grosso pode colocar atrapalhar e encharcar de água, ficando ainda mais pesado. Procure um equilíbrio.

O emprego de nós na corda da poita irá auxiliá-lo a ter uma melhor percepção de distância