3   +   2   =  

Pescador leva mordida de peixe. O que fazer nesta situação?

Ser mordido por um dourado ou qualquer peixe com forte dentição é um péssimo negócio. Ouvimos médicos para saber como lidar

Muitos pescadores já tiveram a infelicidade de levar uma mordida de peixe. Algumas espécies, como dourado e traíra no rio, e mesmo as barracudas no mar, podem provocar sérios acidentes. O que fazer?

Em conversa com médicos, a reportagem da Pesca & Companhia ouviu uma série de recomendações. A primeira é lavar com água e sabão de maneira imediata.

O emprego de cola de secagem rápida não é recomendado. O risco de fazer este uso é o de fechar uma ferida cheia de bactérias oriundas da boca do animal, tornando a situação arriscada para o corpo.

O pescador deve, assim, manter a ferida limpa e seca. Em seguida, procurar o atendimento médico imediato, a fim de verificar a necessidade de tratamento com antibióticos e mesmo o fechamento da ferida seguindo um procedimento hospitalar adequado.

Um caso que a Pesca & Companhia registrou foi o da mordida de um dourado no dedo do gaúcho Marcelo Pons, durante uma pescaria no Rio Uruguai. Assista o vídeo abaixo.

Pons conta que tratou durante vários dias com soro fisiológico e fez curativos diários. Agora está curado e pescando normalmente.