Pesca de pintados com anzóis de galho rende multa de R$ 4,5 mil

Um dos peixes abatidos possuía tamanho superior ao máximo permitido para transporte em MS

Por Lielson Tiozzo

Três pescadores foram multados em R$ 4,5 mil (R$ 1,5 mil cada) por pesca predatória no Rio Aquidauana (MS). Eles foram flagrados empregando anzóis de galho, os quais são proibidos em Mato Grosso do Sul. No momento da abordagem o trio já havia capturado três pintados, sendo que um deles estava acima da medida permitida (130 cm).

De acordo com a Polícia Militar Ambiental, “os infratores não possuíam outros apetrechos para a pesca e tinham somente iscas no barco, que usavam para repor nos anzóis armados. Foram apreendidos: 38 kg de pescado, um motor de popa com tanque de combustível, um barco e foram retirados do rio e apreendidos vários anzóis de galho”.

Os pescadores receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Rochedo (MS), onde foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Em Mato Grosso do Sul, cada pescador amador licenciado tem direito ao transporte de um exemplar de pescado e mais cinco piranhas, de acordo com decreto assinado este ano pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

No caso deste flagrante, se os pescadores estivessem com a Licença de Pescador Amador, usado apetrechos legais e obedecido o tamanho máximo de captura de um dos pintados, não existiria infração.



Participe da nossa enquete:

Você tem ido pescar em tempos de pandemia?

  • Sim. Mas tomo cuidados recomendados pelo Ministério da Saúde (45%, 355 Votos)
  • Não. Só voltarei quando o isolamento não for mais necessário. (36%, 282 Votos)
  • Sim. Pesco como antes e normalmente. (15%, 115 Votos)
  • Não. Tive problemas com minha logística de viagem. (5%, 37 Votos)

Total de Participantes:: 789

Carregando ... Carregando ...



Os pintados foram abatidos no Rio Aquidauana, em Mato Grosso do Sul, e somados pesaram 38 kg