tucunaré

Nazaré Paulista (SP) aprova lei e também vai proteger o tucunaré

Prefeito aprova projeto de lei que proíbe a pesca predatória, comércio, estocagem e transporte da espécie

Por Alex Koike

Na segunda quinzena de março, o prefeito do município de Nazaré Paulista, Murilo Pinheiro Ramos, sancionou a lei que vai proteger o tucunaré.


A ideia é alavancar o turismo da pesca esportiva de alto nível, apostando em todos os tipos de atividades náuticas como parte de uma estratégia para a retomada da economia em cidades turísticas.


Lembrando ainda que o segmento de pesca esportiva se manteve bastante aquecido durante a pandemia e até teve uma crescente significativa de adeptos.


O tucunaré agora é reconhecido como patrimônio natural e turístico, por isso, agora a pesca predatória, comércio, estocagem e o transporte da espécie ficam proibidos.
A espécie fica protegida nas águas represadas de Nazaré Paulista e seus afluentes nos limites do município, inclusive no período de defeso.

O projeto ainda estabelece que só será permitido levar até dois exemplares entre 30 e 40 centímetros por pescador para consumo.


Quem não respeitar, estará sujeito às penalidades previstas na lei, como multa, apreensão de equipamentos e pescado.


Outros casos


Além da região de Nazaré Paulista, uma lei semelhante a essa já tinha sido aprovada alguns meses antes no município de Natividade da Serra e Paraibuna.


Agora, falta apenas a adesão do município de Redenção da Serra para que a pesca da espécie fique totalmente regulamentada em toda a represa.

Além da região de Paraibuna, agora, a lei aprovada em Nazaré Paulista (SP) vai proteger o tucunaré na região