1   +   2   =  

Tiro esportivo bate recorde de novos adeptos em 2018

Já no Pesca Trade Show, em agosto passado, era possível calcular o crescimento da prática no país

A prática do tiro esportivo ganhou adeptos como nunca no Brasil em 2018. De acordo com um dado obtido pela Rádio CBN, o Exército emitiu aproximadamente 40 mil Certificados de Registro, o “CR”, aos chamados atiradores esportivos. O documento é obrigatório para a compra de armas, para colecionadores e para praticantes de modalidades como airsoft ou paintball.

Os 40 mil “CR” significam um número recorde para um ano, segundo o Exército. Em relação a 2016, quando cerca de 19 mil foram emitidos, o número mais que dobrou.

Um termômetro do aquecimento do tiro esportivo em 2018 também foi o Pesca Trade Show em agosto. Pelo menos 25% do total de expositores em área eram do segmento. Os principais importadores vieram de olho na presença de lojistas do Brasil inteiro, os quais estavam à procura dos materiais relacionados ao esporte.

“O Pesca Trade Show é a principal vitrine para o tiro esportivo no país. Não existe outra com um público tão focado em negócios como essa e que nos permite alcançar mais regiões”, comentou, à época do evento, o gerente comercial, Juliano Seidl, da Rossi. “Sem dúvida esta atividade conquistou novos adeptos no país. Creio que tem ligação com os hábitos dos brasileiros. A Rossi existe há mais de 130 anos”.

A 13ª edição do evento está confirmada entre os dias 28 e 31 de agosto de 2019 no Centro de Eventos Pro Magno, em São Paulo. Clique aqui para ter mais informações.

À CBN, o Exército, no entanto, informa que não existe um estudo de sua parte que confirme os motivos do número recorde de Certificados de Registro para a prática do tiro esportivo.