3   +   9   =  

Como pescar de rodada no Pantanal

Técnica é empregada quando o objetivo é pescar os grandes exemplares de dourados ou os peixes de couro

A pesca de rodada é muita praticada em muitos rios do Pantanal. Na maioria das vezes os alvos são os predadores como os dourados, pintados e cacharas. No entanto, muitos possuem algumas dúvidas e alguns receios. Os cursos d’água podem ser estreitos e cheios de estruturas. Mas basta ter atenção aos pontos a seguir.

O problema com os enroscos diminui ao prender a isca de forma a esconder o anzol. Capriche nisto! Outro detalhe que pode influenciar é escolher algum local no Pantanal com pouca estrutura submersa. Mas isso pode interferir na produtividade da pescaria, uma vez que os peixes buscam esses pontos para se proteger e alimentar. 

Como os rios do Pantanal costumam ser rasos e ter pouca corrente, devido ao baixo desnível, não é necessário usar peso/chumbo.  A dica para esta situação é dar bastante linha, de 20 a 40 m. Pescando dessa forma a isca trabalha um pouco acima do solo, o que ajuda a diminuir a incidência de enroscos também.

Porém, pode ser que o chumbo seja necessário. Mas certamente não será nada muito pesado, apenas para fazer com que a isca esteja no ponto correto.

Já em relação às iscas, muitas podem ser usadas, mas uma que mercê destaque é a tuvira. Os peixes que habitam o local também são uma excelente opção.

O Pantanal possui diversas espécies e ter um cardápio variado de técnicas o ajudará a pescar mais