10   +   8   =  

Dourados com isca de barbela

O corrico é a modalidade mais tradicional empregada no Rio Paraná, em Corrientes, na Argentina

A pescaria de dourados com iscas artificiais de barbela longa é mais uma novidade dos vídeos inéditos da Pesca & Companhia. Pepe Mélega apresenta os detalhes de uma das mais tradicionais técnicas de pesca empregadas em Corrientes, na Argentina: o corrico.

Os argentinos chamam a modalidade da mesma maneira que os americanos: trolling. E muitas das maiores capturas de dourados obtidas pelos visitantes se dão desta maneira.

O corrico consiste em basicamente no reboque da isca por meio do movimento da lancha. O guia sugere um ponto, o qual muitas vezes abriga uma ponta de pedra ou estrutura no fundo. Ali ele deixa a embarcação na velocidade adequada para a isca trabalhar e atrair os dourados.

Existem diversos detalhes a serem levados em conta para atrair os dourados. Será que o equipamento deve seguir alguma especificação? A linha precisa ser mais fina ou mais grossa? A vara deve trabalhar de alguma maneira?

Todas as explicações técnicas você confere com o nosso editor, durante uma pescaria na Pousada Puerto Paraíso de Itatí, na Argentina. Assista: