2   +   7   =  

A diferença entre varas de pesca “mais duras” e “mais moles”

Cada modelo tem uma função específica na pescaria. Confira!

Qual a diferença entre varas de pesca mais “duras” e mais moles”? A rigidez das pontas varas acaba interferindo no arremesso, trabalho de isca e na fisgada.

Para lançar iscas leves (abaixo de 7 g) ou iscas naturais (que podem acabar saindo do anzol e um tranco mais forte feito durante o movimento do lançamento) o ideal é usar varas de pesca de pontas mais moles. 

Já para arremessos longos com iscas mais pesadas utilize equipamentos com a ponta mais dura. 

O ideal para peixes com dentição ou boca com estrutura óssea o ideal varas mais duras pela maior alavanca.

Para trabalhar iscas que necessitem de resposta imediata aos toques de ponta de vara (como zaras, poppers e iscas de hélice) prefira mais duras. Plugs de meia-água, colheres e sticks desenvolvem um trabalho melhor com varas mais macias.

Não despreze um modelo de vara por considerá-lo “mole” de mais ou muito “duro”, sem antes analisar a pescaria que irá fazer