8   +   3   =  

Como pescar bagres com iscas artificiais no pesqueiro?

Se o local em que pretende pescar permitir este tipo de modalidade, tome nota destas dicas

Pescar bagres com iscas artificiais no pesqueiro requer boas estratégias. Afinal de contas, o peixe está num ambiente “modificado”. Precisa ser realmente provocado para atacar.

Antes de lançar a isca é fundamental fazer uma leitura do local de pesca e identificar os  de maior potencial para a capturar os bagres no pesqueiro. 

Os peixes de couro gostam de lugares perto de vegetação ou qualquer outro tipo de obstáculo, pontos mais profundos; já em lagos, é bastante comum ver perto do barranco, principalmente em regiões mais fundas, onde eles conseguem se esconder com facilidade.

Ambos podem se pegos em lugares onde a água entra e sai do lago, locais onde a oferta de comida e a oxigenação é maior.  

Depois definir os pontos de pesca, é hora de escolher as iscas. No caso, as softs são bastante indicadas porque podem ser trabalhadas rente às estruturas onde os peixes estão, com baixo risco de enroscar.

Procure shads, modelos que vão imitar lambaris, acarás e outros peixes pequenos que existam no local vão servir de isca. 

É interessante que eles sejam presos no anzol off set ou jig heads onde a ponta fique escondida no corpo da isca. 

É possível pescar as fortes pirararas com iscas artificiais do tipo soft, por exemplo