1   +   7   =  

Pescaria de tucunaré na superfície e com isca soft

Não pense que para pescar uma das espécies favoritas dos brasileiros é preciso usar apenas as convencionais iscas como poppers, zara ou hélice para provocar os “estouros”

É quase uma unanimidade que a pescaria mais divertida do tucunaré com iscas artificiais se dá na superfície. O “estouro” do peixe rende aquela adrenalina que só pescador sabe como é. No entanto, dá para imaginar que com a isca soft, sempre associada à pesca de fundo, também é possível atrair os bichos na superfície?

Pois é! Maicon Bianchi prova que sim!

Mas, para isso, o pescador deve levar em consideração alguns detalhes.Observar as condições climáticas e o comportamento dos peixes vem sempre em primeiro lugar.

A isca soft é bastante parecida com uma isca viva. Sua movimentação feita em trabalho acelerado na superfície, acaba sendo fatal. Afinal de contas, como Bianchi ressalta: “tucunaré é ação e reação”.

De fato, o peixe parece parece ficar incomodado com o objeto intruso. O trabalho de recolhimento rápido, com batidas secas na ponta da vara produzem o resultado perfeito.

No vídeo a seguir você fica informado sobre todos os detalhes para ser bem sucedido nesta pescaria. O detalhe do arremesso e o local correto onde a isca deve cair são fundamentais.

Não deixe de se inscrever e de ativar o “sininho” das notificações. Assim você fica atualizado com todos os vídeos inéditos da Pesca & Companhia!