6   +   10   =  

Por que devemos deixar o ponto de pesca “descansar”?

Depois de pegar muitos peixes em um mesmo local, o pescador deve ficar atento para não espantar o cardume

Você achou um ponto de pesca muito promissor, onde bateram ótimos exemplares, e toda a circunstância está favorável para uma boa pescaria. Porém, depois de alguns pinchos o peixe fica arisco. Insistir no mesmo lugar seria a solução? Nem sempre.

É bastante comum nas decisões que tomamos cometermos equívocos, principalmente devido à ansiedade, que quase todos nós pescadores sentimos em relação aquele tão sonhado troféu.

Neste caso, uma excelente solução é marcarmos bem o ponto, deixarmos ele dar uma “descansada”, e retornarmos em seguida para tentarmos outra chance com os grandões que ali se mostraram.

Os tucunarés, por exemplo, costumam demarcar os pontos para fazerem seus ninhos e ali permanecem para defende-los.

É prudente da parte do pescador por vezes aliviar a intensidade de pinchos sobre um determinado ponto, pois assim, tendo a certeza da existência do seu troféu ali, mais vale se planejar para voltar com o peixe manso do que insistir até cansar.

Quando encontrar aquele ponto de pesca promissor, fique atento para não comprometê-lo