1   +   6   =  

Segurar peixe com boga grip é benéfico, aponta estudo

Radiografias analisadas por biólogo e dois veterinários chegam a importantes conclusões

Por Lielson Tiozzo

O uso do boga grip ou da balança para segurar o peixe é benéfico, desde que o exemplar esteja preferencialmente na posição horizontal e apoiado com a mão.

Peixes menores até podem ser segurados na posição vertical, mas há risco de lesões nos chamados tecidos moles da boca devido “ao excesso de pressão”, seja do dedo, seja de algum aparelho. Este é o resultado de um estudo promovido pelo site Wired2Fish.

A pesquisa foi feita com exemplares de black bass de diversos tamanhos durante pescarias feitas nos Estados Unidos. Participaram da pesquisa Steven Bardin, um dos principais biólogos e proprietário da Texas Pro Lake Management., e dois veterinários, Dr. Casey Locklear e Dr. Steven Mapel.

Em resumo, o estudo prevê que:

•    Peixes maiores requerem uma maior ênfase no manuseio, apoiando seu peso com as duas mãos.
•    Aplicar muita pressão sobre as áreas dos tecidos moles pode causar danos. Muitos Estados norte-americanos determinar que qualquer ângulo que desvia 10% ou mais de vertical ou horizontal tem o potencial de danificar a mandíbula do peixe.
•    Segurar peixe com boga grip ou por uma balança pendurada é benéfico.
•    A recomendação de que é aceitável segurar o peixe horizontalmente com uma segunda mão, apoiando seu peso, ou completamente vertical, ainda é válida e apoiada pela pesquisa.
•    Manter o peixe verticalmente com o peso colocado na mandíbula de forma exagerada não é aceitável.
•    Os peixes feridos provavelmente nadarão e parecerão completamente normais.
•    Os efeitos a longo prazo das lesões nos tecidos moles são atualmente desconhecidos.

O estudo levou em consideração a análise do emprego do boga grip na pesca ao black bass, espécie que possui a boca bem sensível (Fotos: Steven Bardin/Wired2Fish)