0   +   4   =  

Como escolher a tralha para pescar traíra com frog?

Devemos levar em conta os detalhes da espécie e as peculiaridades das iscas

Por Fábio Zurlini

A tralha para pescar traíra com frog, ou o sapo artificial, deve seguir algumas especificações. Isso se dá pelas exigências da espécie e pelas características da isca.

Nos frogs, o anzol fica mais escondido, por causa do formato do seu corpo ou dentro dele. Isso já seria o suficiente para atrapalhar uma boa fisgada. Além disso, é preciso somar outro fator agravante, que é pescar no meio da vegetação. Por isso precisamos de fisgadas fortes e tração. Digo isso porque já peguei exemplares de 1 kg no meio do mato fechado, que mais pareciam peixes de 4 kg.

E para ter uma fisgada eficiente é preciso unir duas características: tamanho e potência. Assistindo a alguns filmes japoneses de pesca de snakehead (peixe que se assemelha à nossa traíra), os pescadores também utilizam frogs de borracha na vegetação.

Os japoneses usam varas compridas e potentes, com linhas de multifilamento de 40 a 65 lb, para fazer lançamentos mais longos, cobrindo uma maior área, e para poder ter uma alavanca maior na fisgada e tração na hora da briga, o que facilita tirar o peixe do meio dos enroscos e da vegetação.

Para a nossa situação, os modelos podem variar de no mínimo 6’3″ a 7’1″. Para mim, o ideal são varas a partir de 6’6″. Além do tamanho, recomendo caniços de ação rápida a extrarrápida, para linhas de 10 a 20 lb ou 12 a 25 lb.

Uma dica importante na hora da fisgada é ter calma. Não fisgue assim que o peixe bater. Ao ver o ataque, espere alguns segundos, sinta o peso do peixe e com um movimento brusco faça a alavanca. Se você não fizer isso, com certeza vai perder muitos peixes.

Nessas varas monto uma carretilha redonda ou de perfil baixo abastecida com linhas de fluorcarbono ou de multifilamento. Na maioria das situações uso flúor de 12 e 14 lb ou multifilamento de 30 lb.

Com essas dicas e esse material em mãos, tenho a certeza de que essa pescaria vai fazer parte das suas preferidas no verão. Se você não é fã da espécie, ao menos experimente; não tenho dúvida de que mudará seu conceito.

Pesca traíra com frog é sempre uma boa pedida, sobretudo em épocas mais quentes