1   +   7   =  

Melhores pontos para pescar pirarara em pesqueiro

Saiba onde explorar para ter os melhores resultados na captura deste bagrão

Por Alexandre Olo

Não é uma regra. Mas na pescaria de pirararas, na maioria das vezes, podemos até lançar ou colocar a isca no local com as próprias mãos. Os melhores pontos estão próximos do pescador. Isto porque elas costumeiramente se alimentam nas proximidades da margem.

Em algumas de minhas incursões em busca da espécie, pude perceber mais alguns pontos bem promissores, principalmente em horários em que a incidência do sol é mais intensa. Abaixo de aeradores, decks e próximo aos cantos ou curvas do tanque com vegetações podem ser considerados locais com grande número de ações. Nem sempre esses números podem ser traduzidos em capturas.

Apesar de conseguir fisgar o peixe, nem sempre o pescador consegue conquistar seu objetivo, devido a uma grande incidência de enroscos existentes nesses locais, o que dá ao nosso oponente uma margem de vantagem e maiores chances de escapar.

Podemos montar um sistema simples de fundo com chicote, porém se estiverem muito ariscas ou desconfiadas, o ideal é abrir mão do chumbo e em casos extremos até do girador.

Desta maneira, amarre o anzol diretamente na linha trançada a uns 40 a 50 cm para dar maior resistência, caso enrosque ou fique raspando na boca do peixe, o que acaba puindo e fatalmente arrebentando a linha durante a briga.

A pirarara costuma se alimentar bem próxima da margem de uma represa de pesqueiro