caixa de pesca

Estrague menos artificiais. Saiba como montar um estojo de iscas para água salobra ou salgada

A montagem desse acessório ajuda a separar as artificiais limpas das sujas e evita problemas com a ferrugem

Um dos maiores inimigos de quem pesca na água salobra ou salgada é a ferrugem. Se não tomar cuidado, ela diminui consideravelmente a vida útil dos equipamentos. Pensando nisso, a dica da vez é ensinar como fazer um estojo ideal para transportar aquelas iscas que foram usadas ao longo dessa pescaria.

Toda artificial que foi para a água salgada vai ficar nele, evitando o contato com as iscas “limpas”, o que vai ajudar a preservar especialmente as garateias das iscas que não foram usadas.

Além de evitar esse contato, essa separação vai diminuir o teu trabalho quando retornar da pescaria, ou seja, não será preciso lavar tudo, apenas o que foi utilizado no dia.

Essa caixa também ajuda muito em campeonatos, pois servirá para selecionar as iscas “pegadeiras”, aquelas que você mais usará durante o dia, deixando-as sempre à mão no barco, prontas para caírem na água.

O estojo de iscas vai transportar as artificiais que foram usadas durante o dia, evitando que as usadas entrem em contato com as que estão limpas

Como montar

O primeiro passo é escolher uma caixa plástica com características adequadas para a confecção desse estojo.

Alguns modelos disponíveis no mercado são perfeitos para isto. Eles possuem uma borda larga usada para sustentar a tampa, algo perto de 1 cm de largura.

Outro detalhe que deve ser bem observado é a altura da caixa porque as iscas vão na posição vertical, penduradas pela garateia traseira.

Em seguida, com uma broca diâmetro 1,5 mm faça uma sequência de furos nesta borda. Estes furos servirão para pendurar e acondicionar as iscas por dentro da caixa.

Lembre-se de manter uma distância entre esses furos maior que o tamanho do corpo das iscas, para facilitar o manuseio e evitar que as garateias se enrosquem.

Assim, após o seu uso, as iscas não voltam para o estojo de pesca principal antes de serem lavadas em água doce.

Usando uma broca fina faça furos na borda da caixa a uma distância que as artificiais não enrosquem