0   +   2   =  

Pescaria completa em um dia no Rio Xingu

Um relato dinâmico sobre a pescaria de uma dia com toda a variedade de espécies da região

Por Roberto Conti

Calma que não é pescaria de apenas um só dia. Mas, em um dia é possível pescar tudo que o Xingu oferece. Para isso, basta seguir os melhores horários para cada espécie.

Em um dia inteiro conseguimos fazer sete pescarias incríveis, incluindo é claro, o que a maioria dos pescadores vão atrás na região: os cacharas. Porém, o lugar reserva muito mais que isso. Cachorras, tucunarés, bicudas, corvinas, jaus, pirararas e piraíbas são encontradas nessa região.

O palco desta maratona foi a região dos encontros dos rios Kuluene e Sete de Setembro, onde inicia o Rio Xingu. Esta região até três anos atrás, podia ser navegada e pescada por qualquer pessoa, mas em 2016 virou reserva indígena e com isso, a pesca amadora foi interrompida. Isso ajudou muito na preservação e as espécies aumentaram tanto de tamanho, quanto na quantidade, já que só os índios podiam pescar na área dos três rios.

Após a implantação dessa reserva, Thiago Abreu Oliveira, proprietário da Pousada Recanto Xingu, percebeu que teria um diferencial nas mãos, se sua pousada fosse a única a poder pescar nesta área protegida.

Motivado, apresentou à FUNAI (Fundação Nacional do Índio) um projeto de parceria com a Associação Indígena dos Índios Kalapalos, para que a sua pousada pudesse pescar nessa área protegida e em junho de 2017, teve suas primeiras pescarias na área tão almejada por todos.

Hoje, somente a pousada Recanto Xingu que pode operar na Reserva Indígena Pequizal do Naruvôtu, mas existem regras a serem cumpridas. Por exemplo, em um dia, somente oito barcos que podem adentrar nesse espaço para pescar. Lá, a pesca é (quase) 100% esportiva, podendo apenas abater o peixe para fazer de isca e para o almoço daquele dias se os pescadores forem passar o dia na reserva.

Claro que os tamanhos mínimos de captura devem ser respeitados. Também, é proibido o consumo de bebidas alcoólicas. Nada demais para quem quer fazer uma pescaria só para os VIPs (Very Important Person, traduzindo: Pessoa Muito Importante).

A íntegra desta reportagem você confere na Edição 295 da Pesca & Companhia!